Charme, sofisticação e um toque de personalidade traduzem o papel das esculturas e estatuetas na decoração.  Em tamanhos  e estilos variados  são capazes de realçar o ambiente, preencher espaços e criar uma sensação de conforto.

Há opções para todos os gostos que facilmente atraem olhares e despertam a curiosidade para conhecer um pouco mais sobre a cultura e história por trás de cada peça. Os materiais são diversos: mármore, madeira, argila, pedra e até mesmo o bronze se alternam para dar forma a cada cômodo do lar.

O segredo é inovar

Vale ressaltar que a peça é mais que um elemento na decoração. Pode ter relação com espiritualidade, boas vibrações ou até mesmo expor o talento do artista e do seu criador em  formas sólidas e detalhadas. O importante mesmo é que haja uma identificação.

A criatividade faz parte do segredo para inovar na decoração com esculturas. É possível montar composições instigantes e explorar cantinhos da casa não muito aproveitados. O resultado é sempre diferenciado e interessante.

Dicas para decorar com esculturas

Em jardins, sala de estar, hall e até mesmo no lavado, a estátua pode criar um diálogo agradável com a decoração. Só não esqueça de manter o equilíbrio, a menos que  o objetivo seja realmente chamar atenção em nome de um visual despojado.

Outra ideia que dará um toque mais clássico é investir em uma escultura de gesso para destacar as protagonistas deste inverno, as lareiras.  Já na mesa de centro, próximo aos livros ou lustres, elas trazer um ar mais clássico em sofisticado.

Quer um efeito mais eclético? Então coloque o busto, seja de gesso, bronze ou pedra, em um aparador de madeira maciça. Se a peça for maior, experimente criar uma espécie de altar para ele.

Tendência na decoração em 2018, as esculturas ou bustos com figuras místicas e deuses por si só já elevam o astral do ambiente. Ficam incríveis em mármore restaurado, bronze e até mesmo com aspecto envelhecido.